4 erros básicos que podem destruir o seu telefone

É fato que nem sempre tratamos o nosso smartphone com o devido cuidado, não é mesmo? 

 

E com isso ele pode acabar se danificando, fazendo com que seja necessário levá-lo a uma assistência técnica de celulares tatuapé.

 

Trata-se de uma situação relativamente estressante, uma vez que para muitas pessoas, perder o telefone nem que for por alguns dias pode ser uma verdadeira tragédia.

 

Logo, para te ajudar a evitar essa dor de cabeça, resolvemos elaborar uma listinha com alguns erros bastante comuns que podem destruir o seu smartphone aos poucos. Acompanhe:

 

1- Deixá-lo ligado por períodos muito extensos

Pode parecer um ato relativamente básico, mas é de fundamental importância desligar o seu celular de tempos em tempos. 

 

Isso porque a prática tende a estender a sua vida útil além de propiciar que ele reinicie o seu sistema.

 

Basta você pensar que o celular é uma espécie de mini computador. Logo, assim como os desktops, é necessário reiniciá-lo às vezes.

 

Entretanto, ainda existem pessoas que vão contra o primeiro argumento utilizado e dizem que não faz nenhuma diferença para a bateria se o aparelho for desligado ou ficar ligado durante toda a sua vida.

 

Mas uma coisa é certa. É necessário reiniciá-lo para que os processos realizados em segundo plano sejam interrompidos e a memória do aparelho possa ser mantida.

 

2- Não utilizar anti-vírus

Assim como os desktops, os smartphones também são alvo de ataques maliciosos de vírus e outros malwares.

 

Se seu celular funciona com o sistema operacional Android, vários aplicativos, como Lookout, Avast ou TrustGo podem mantê-lo imune a ataques ou mesmo eliminar ameaças.

 

O mesmo não acontece no caso de iPhones. A Apple é responsável pela distribuição de patches de segurança quando detecta uma ameaça potencial. Dessa forma, é necessário manter o sistema sempre atualizado.

 

Alguns especialistas desaconselham manter antivírus nos telefones por causa do espaço que ocupam e por que podem desacelerar o funcionamento. Trata-se de uma questão de balancear riscos e benefícios.

 

3- Não higienizá-lo

Assim como qualquer coisa na vida, também é preciso limpar o seu aparelho celular de tempos em tempos.

 

Ele deve ser higienizado por fora, com o auxílio de um paninho ou flanela úmida. Assim é possível eliminar a grande maioria das bactérias acumuladas na região.

 

Vale destacar que não é recomendada a utilização de produtos químicos, uma vez que estes podem causar sérios danos ao seu aparelho.

 

Mas também vale realizar uma limpeza interna, que está mais relacionada a questão da memória.

 

Esta deve ser feita a partir da eliminação de arquivos desnecessários, que estão ocupando bastante espaço em seu telefone.

 

O recomendado nesses casos é não recorrer a nenhum aplicativo específico, buscando realizar a limpeza de maneira manual.

 

4- Carregá-lo no bolso

Você pode estar pensando que quase todo mundo possui este costume, não é mesmo? Mas acredite, carregar o celular no bolso pode contribuir para danificá-lo.

 

Entretanto, para muitos especialistas trata-se de um erro considerado inevitável. Mas é fato que o costume favorece com que o celular caia no chão, na privada e em outras superfícies consideradas inadequadas.

 

Além disso, carregar o celular no bolso pode representar risco para a saúde dos usuários, uma vez que o aparelho emite uma radiação prejudicial constantemente.